Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 20/04/2018
Gráfica digital para pequenas tiragens e POD (Print On demand). Pronta para atender às necessidades de prazos curtos, possui estrutura de impressão digital e logística com qualidade e preços.
A Bookmarks é uma empresa que oferece soluções editoriais para autores e editoras. Desenvolve projetos gráficos de capas de livros, artes para brindes, marcadores, criamos e desenvolve sites e faz diagramação de livros impressos e digitais.
Capista de livros. Há mais de 20 anos desenvolve trabalhos gráficos para os mais variados setores. Só paga se for usar a capa.
PublishNews, Leonardo Neto, 20/04/2018

Luccas Neto foi um fenômeno de vendas na sua segunda semana na lista dos mais vendidos | © DivulgaçãoEstá lá no dicionário. Fenômeno é “pessoa ou coisa que se faz notar por seu caráter anormal ou surpreendente”. No quesito Lista dos Mais Vendidos, um título que vendeu 54.877 exemplares em uma única semana pode se enquadrar nessa definição. Ainda mais, sendo um livro de Luccas Neto, cujo irmão mais velho, Felipe Neto, teve números polpudos na semana de estreia do seu “livrão”, em setembro do ano passado. Polpudos, mas não chega, nem perto do feito do caçula. Quando Felipe estourou na lista, teve pouco menos de 19 mil exemplares vendidos. Ainda a título de comparação, Felipe Neto vendeu, em 2017, 110.040 exemplares, o que rendeu a sua editora o troféu do Prêmio Avena PublishNews na categoria Infantojuvenil. As aventuras na Netoland com Luccas Neto (Pixel / Ediouro), em duas semanas, vendeu 55.501 exemplares. Isso é a metade de tudo o que Felipe vendeu no ano passado, de setembro a dezembro. Isso já lhe garantiria o mesmo troféu caso a entrega do prêmio fosse hoje. E mais, renderia ao livro publicado pela Pixel (Ediouro) o quarto lugar da Lista Geral Anual de 2018. Definitivamente, é um fenômeno. Claro, esse ponto fora da curva fez a lista explodir. Na comparação com a semana passada, os números apurados pelo PublishNews deram um salto de 41%. Na lista Infantojuvenil, onde está categorizado o livro dos Neto, o aumento foi de impressionantes 270%. Nesse aspecto, o irmão Felipe deu uma forcinha extra. O segundo livro dele – Felipe Neto – A vida por trás das câmeras (Pixel) – estreou na lista, com 1.613 exemplares vendidos na semana. Somando os números de vendas na semana dos livros de Felipe e Luccas Neto, foram 58.022 exemplares. É a “Netoland” dominando a lista Infantojuvenil, para desespero de alguns pais. Clique no Leia Mais e conheça outros destaques da lista dessa semana.

PublishNews, Gustavo Guertler*, 20/04/2018

Há quatro anos, estava em uma feira do livro do interior gaúcho quando vi um sujeito em pé num cantinho do palco com uma caixinha de papelão nas mãos. Uma amiga da organização da feira nos apresentou, sem saber explicar muito bem o que ele vendia. Era um dos fundadores da TAG, que começou a me contar um pouco sobre como aquilo funcionava. Enquanto ouvia, parecia que eu estava ao telefone com aquele autor que quer te convencer que um livro sobre como a inteligência emocional dos vegetais vai virar um best-seller. Desculpa, amigo, esse troço não vai dar certo, pensei. Tá de zoação comigo. Esse negócio não faz nenhum sentido. Como dá pra ver, eu quebrei a cara. E estou muito feliz em dizer isso. Desde aquele dia na feira acompanhei a bela história que o trio da TAG construiu até agora. Porque além de inovação – é  uma visão míope enxergar a empresa como um simples clube de assinaturas de livros – os guris são um dos exemplos daquela máxima que diz que uma boa execução ganha de qualquer estratégia. Execução é tudo. Eu sei como eles trabalham, e muito. Só que essa semana veio a treta. Depois de voltarem com um prêmio da Feira de Londres, um e-mail com uma propaganda infeliz para divulgar um novo serviço da TAG levantou uma polêmica que levou o mercado a uma importante reflexão. O novo serviço é o TAG Inéditos, um clube que desta vez entrega best-sellers ainda não publicados no Brasil aos leitores, a um preço mais acessível que o TAG Curadoria, que acabou se posicionando agora como uma espécie de modelo Premium. Neste artigo, Gustavo Guertler comenta essa polêmica envolvendo o clube de assinaturas. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra.

PublishNews, Redação, 20/04/2018

Deputado Thiago Peixoto é o novo relator do Projeto de Lei que cria o Fundo Nacional Pró-Leitura | © Alex Ferreira / Câmara dos DeputadosTramita no Congresso Nacional o Projeto de Lei (PL) 1.321/2011, que quer criar o Fundo Nacional Pró-Leitura (PNPL), destinado à captação de recursos para garantir o acesso da população aos livros; incentivar o interesse pela leitura e fomentar a produção, a edição, a difusão, a distribuição e a comercialização de livros no Brasil. No fim do ano passado, o PL foi aprovado pela Comissão de Educação, onde recebeu parecer favorável do deputado Rafael Motta (PSB / RN). Depois seguiu para a Comissão de Cultura onde acaba de ter o seu relator designado. O responsável pelo relatório será o deputado Thiago Peixoto (PSD / GO). Depois a matéria será avaliada pelas comissões de Finanças e Tributação e pela de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

PublishNews, Redação, 20/04/2018

Na próxima quinta (26), às 19h, o Museu do Estado de Pernambuco recebe o lançamento coletivo das obras vencedoras do 5º Prêmio Pernambuco de Literatura. Publicadas pela Cepe Editora, a coleção terá uma reunião de contos sobre viagens e descobertas; um romance de memórias do protagonista; um poemário que joga luz sobre o fazer criativo do poeta; uma narrativa que mergulha nas pequenas tragédias cotidianas do homem; e ainda um conjunto de histórias que evidenciam as diversas facetas do feminino. Ezter Liu, residente em Carpina, apresenta o livro de contos Das tripas coração. Revelando ainda a produção literária da Zona da Mata, O Velocista é o primeiro romance de Walter Cavalcanti Costa; e Chã, o novo poemário de Enoo Miranda. Representando o Agreste, o romancista Amâncio Siqueira lança seu Nem tudo cabe na paisagem. E o poeta Fred Caju completa a lista de agraciados lançando Nada consta. Além da premiação no valor total de R$ 40 mil aos escritores e a tiragem de mil exemplares de cada obra, o Prêmio garante ainda a distribuição dos livros a escolas públicas do Estado e a participação dos escritores em rodas de diálogo de eventos como o Festival de Inverno de Garanhuns e de projetos como o "Outras Palavras".

PublishNews, Redação, 20/04/2018

Com o objetivo de incentivar o hábito da leitura, o Sempre um Papo realiza pela 17ª vez, a festa São Jorge de Rosas e Livros. Programada para a próxima segunda (23), Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, a festa tem a mesma inspiração da campanha promovida pela ANL, que convida que as livrarias ofereçam rosas aos clientes. Em Belo Horizonte, para celebrar a data, das 18h às 21h, o Sempre um Papo vai realizar também a troca de livros por rosas. A festa contará com apresentações musicais de Maurício Tizuumba, Tambor Mineiro, Celso Adolfo e Cláudio Fraga. O evento será no Hub Minas Digital – Arena Edifício Rainha da Sucata, na Praça da Liberdade. Os livros arrecadados serão distribuídos para as bibliotecas comunitárias de Minas Gerais e para as bibliotecas nos presídios que estão trabalhando com o projeto Rodas de Leitura, do Servas. 

PublishNews, Redação, 20/04/2017

A Companhia das Letras investiu numa parceria diferente e ajudará o Clube do Bordado da Oficina Cultural Alfredo Volpi (Rua Américo Salvador Novelli, 416 - Itaquera, São Paulo / SP). Funciona assim: mensalmente a editora escolhe um livro para que os participantes leiam e depois façam bordados inspirados na obra do mês. Em abril, o livro escolhido foi A vida Invisível de Eurides Gusmão, de Martha Batalha. Os encontros, coordenados por Natame Diniz, procuram fomentar a produção do bordado, a partir de novas propostas visuais e literárias, e promover a troca entre artistas que têm o bordado como sua principal linguagem artística. As aulas irão acontecer sempre às quintas, entre os dias 24 de abril e 28 de junho. Ainda dentro da atividade, no dia 24 de maio o grupo receberá uma convidada especial: Ângela Castelo Branco, poeta, educadora e escritora. O Clube do Bordado é gratuito e aberto ao público maior de 16 anos interessado em artes visuais e literatura. 

PublishNews, Redação, 20/04/2018

© Layza VasconcelosA companhia Ateliê do Gesto, de Goiânia, apresenta neste final de semana (21 e 22), no Sesc Ginásio (Av. Graça Aranha, 187, Centro – Goiânia / GO), o espetáculo O Crivo, inspirado no livro Primeiras estórias, de João Guimarães Rosa. O Crivo traduz em gestos questões filosóficas suscitadas pelos textos do escritor, especificamente os contos A terceira margem do rio, O espelho e nada e a Nossa condição. No palco, dois homens criam relações que só se revelam à medida que atravessam suas estórias no sertão, ao som de fazenda, de galo cantando e do vento batendo nas folhas das árvores. A intenção é lançar reflexão sobre a busca do homem pela sua essência originária. As sessões, que têm início às 19h (sábado) e 18h (domingo), integram a 21ª edição do projeto Palco Giratório, intercâmbio cultural que prevê a circulação de apresentações artísticas de diferentes regiões do país por 132 cidades de todos os estados do Brasil. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 7,50 para associados do Sesc.

PublishNews, Redação, 20/04/2018

Após anos esgotado no Brasil, A incendiária (Suma / Companhia das Letras, 450 pp, R$ 64,90) volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos -- que tomaram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha. Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturá-la e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.

“Somente deveríamos ler os livros que nos picam e nos mordem. Se o livro que lemos não nos desperta como um murro no crânio, para que lê-lo?”
Franz Kafka
Escritor
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
Combate espiritual
4.
Jesus - O homem mais amado da história
5.
Metanoia
6.
Seja foda!
7.
O poder do hábito
8.
A parte que falta
9.
Sapiens
10.
A hora extraordinária
 
PublishNews, Redação, 20/04/2018

Um assassinato ocorre em um quarto de hotel em Washington. Junto à vítima está um homem banhado em seu sangue, que alega não ter sido responsável pelo crime. O caso logo se torna da alçada do FBI, pois envolve uma nova e especial classe de indivíduos. Os hadens são pessoas que, devido a uma síndrome, tiveram sua mente encarcerada em um organismo imóvel. Para viver em sociedade, eles transferem sua consciência para estruturas robóticas ou alugam o corpo de indivíduos saudáveis. A investigação desse assassinato leva a agente Shane e sua parceira Vann não apenas a mergulhar no mundo dos hadens, mas a descobrir uma rede de interesses políticos e econômicos envolvendo sua cultura e seus veículos robóticos. Em mais um de seus best-sellers, John Scalzi, ganhador do prêmio Hugo, constrói um mundo futurista plausível e bem explicado. Encarcerados (Aleph, 328 pp, R$ 49,90 - Trad.: Petê Rissatti) é uma mistura perfeita de ficção científica e romance policial, repleto de intrigas políticas e polêmicas sociais e tecnológicas.'

PublishNews, Redação, 20/04/2018

A obra em negro (Nova Fronteira, 336 pp, R$ 59,90) é um dos textos mais elaborados e instigantes de Marguerite Yourcenar, a primeira mulher eleita à Academia Francesa de Letras na história. O livro, ganhador do Prêmio Femina em 1968, com voto unânime do júri, volta às livrarias na coleção Clássicos de Ouro. A história é sobre o herói Zênon, que, renegando sua formação religiosa, abre mão de um futuro estável como membro da igreja para se dedicar à descoberta das profundezas do ser humano em todas as esferas, tornando-se médico. alquimista e filósofo. Ele passa a ser perseguido pela igreja por conta das suas atividades científicas e senso crítico. Os processos de alquimia no livro são um símbolo para a transformação interior que o protagonista sofre. A autora se inspirou em personalidades como Copérnico e Leonardo da Vinci para criar Zênon e suas ideias. A tradução desta que é considerada uma das obras-primas de Marguerite ficou por conta do poeta Ivan Junqueira.

PublishNews, Redação, 20/04/2018

Na pequena cidade amazonense fictícia criada para ser um dos palcos de A lucidez da lenda: um ensaio sobre o futuro (Pandorga, 407 pp, R$ 39,90), romance passado na segunda metade do século XXI, Antônia dos Anjos tem o poder de se comunicar com Deus. Ele a instrui a impedir a destruição da Amazônia por parte da Federação das Corporações Unidas, a mega associação de multinacionais. Qualquer semelhança com o que acontece hoje em áreas de conflito no planeta não é mera coincidência. O autor e diplomata Raul de Taunay, em serviço no Congo tem vasto conhecimento sobre a política internacional. Personagens bem construídos, criatividade na invenção das máquinas do futuro, sejam elas os terríveis robôs deletadores, sejam os meios de transportes e uma trama bem estruturada fazem da obra um romance cativante quase profético.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 20/04/2018

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.