Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 03/04/2018
Gráfica digital para pequenas tiragens e POD (Print On demand). Pronta para atender às necessidades de prazos curtos, possui estrutura de impressão digital e logística com qualidade e preços.
A Bookmarks é uma empresa que oferece soluções editoriais para autores e editoras. Desenvolve projetos gráficos de capas de livros, artes para brindes, marcadores, criamos e desenvolve sites e faz diagramação de livros impressos e digitais.
Capista de livros. Há mais de 20 anos desenvolve trabalhos gráficos para os mais variados setores. Só paga se for usar a capa.
PublishNews, Redação, 03/04/2018

A edição sueca do livro A boca da noite, dos brasileiros Cristino Wapichana e Graça Lima, recebeu na última semana a Estrela de Prata do Prêmio Peter Pan, concedido pelo IBBY - International Board on Books for Young People, da Suécia. Traduzido por Helena Vermcrantz e lançado na Suécia pela editora Hjulet, o livro era o único representante da América Latina, concorreu com autores da China, Canadá, Alemanha, Holanda e França, e trouxe para o Brasil o segundo lugar. Publicado no Brasil pela Zit Editora, A boca da noite também foi o segundo livro brasileiro a ganhar o prêmio. Em 2014, Ana Maria Machado venceu com Mas que festa! (Alfaguara). A obra de Cristino Wapichana e Graça Lima conta a história de dois irmãos contra o desconhecido e transporta o leitor para uma aldeia cheia de mistérios, contando um pouco da infância, da família, do cotidiano e da criatividade do seu povo. A boca da noite já venceu em duas categorias do Prêmio FNLIJ 2017 - na categoria Criança e Melhor Ilustração, e ficou em terceiro lugar na categoria livro infantil do Prêmio Jabuti 2017.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

O Global Illustration Award abriu as inscrições para a sua terceira edição. Com isso, ilustradores de todo o mundo terão até o dia 15 de junho para enviar seus trabalhos para o prêmio realizado pela Feira do Livro de Frankfurt (10 a 14/10) e pela International Information Content Industry Association. Como nos anos anteriores, haverá cinco categorias: Livro Ilustrado, Ilustração Editorial e Publicitária, Projeto de Livro Infantil Ilustrado Inédito, Ilustração Científica e Ilustração sobre o tema que este ano é "Sinais e civilização", por conta do país homenageado, a Geórgia. Para cada categoria, 150 ilustrações serão selecionadas e os vencedores serão reconhecidos em três níveis. O primeiro, vencedor do Grand Award levará para casa seis mil euros; os cinco ganhadores do Gold Award receberão dois mil euros; e os dez ganhadores do Excellent Award levarão para casa mil euros cada. Para escolher os vencedores o júri contará com especialistas nas áreas de ilustração, arte, publicação e mídia. A cerimônia de entrega do prêmio acontecerá no dia 10 de outubro. Clique no Leia Mais para saber como se inscrever.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

As editoras cariocas Azougue e Circuito passam, a partir desse mês, a terem seu catálogo comercializado pela paulistana Hedra. Em comunicado, a Hedra ressalta que os editores continuam trabalhando com independência, mas "unindo forças para atender as constantes mudanças do mercado de livros". As cariocas vão se juntar à Kalinka e à Demônio Negro, casas que já vinham trabalhando em parceria com a Hedra. Juntando as cinco editoras, o catálogo atinge mil títulos. Para efeitos práticos, a partir de agora, todas as remessas e lançamentos serão enviados pelo atual CNPJ da Hedra e todos os pedidos podem ser unificados e enviados para comercial@hedra.com.br.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

A belo-horizontina Crivo, cujo slogan é "uma editora que edita a cidade", lançou no final do último mês, o edital do concurso Poesia InCrível – 2018, que premiará dois novos poetas de Belo Horizonte e região metropolitana. O prêmio tem como objetivo dar visibilidade à produção literária das 34 cidades que compõem a Região Metropolitana de BH, em especial à linguagem poética, bem como estimular a produção e circulação de obras literárias. Com tema livre, o concurso irá selecionar autores iniciantes que ainda não têm nenhuma obra publicada. Podem participar residentes de Belo Horizonte e região metropolitana, de qualquer idade e os menores de 18 anos deverão apresentar autorização escrita pelos pais ou responsáveis. O primeiro lugar será premiado com o valor de R$ 2.500. As inscrições gratuitas seguem até o dia 28 de maio e podem ser feitas pelos correios ou pelo e-mail poesiaincrivel@crivoeditorial.com.br. O resultado final será divulgado no site da Crivo Editorial no dia 27 de julho. 

PublishNews, Redação, 03/04/2018

A Loyola abre logo mais, às 17h, sua nova filial em Campinas. Neste horário, será concedida uma benção inaugural pelo cônego Jeronymo Antonio Furian. Instalada na Rua Barão de Jaguara, 1389, próximo a Basílica Nossa Senhora do Carmo, na região central da cidade, a livraria servirá o público com o maior acervo de livros católicos e de Ciências Humanas, imagens e artigos religiosos, nacionais e importados. Essa é a quinta filial da distribuidora que já possui três em São Paulo e uma em Santos. 

PublishNews, Redação, 03/04/2018

Desde 2005, a Câmara Rio-grandense do Livro realiza um evento para celebrar duas datas importantes no calendário de comemorações do universo literário: 18 de abril, quando se comemora o Dia Nacional do Livro Infantil por conta do nascimento de Monteiro Lobato, e o dia 23, quando é celebrado o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, em referência ao falecimento de Cervantes e Shakespeare. Desde 2015, quando foi instituída a lei gaúcha de número 14.673/2015, que estabelece que todas as escolas da rede estadual de ensino e as bibliotecas estaduais devem promover ações que coloquem o livro, a leitura e a literatura em destaque, a celebração passou a se chamar Semana Estadual do Livro e passou a contar com apoio oficial das secretarias de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e a de Educação. Com isso, a movimentação ganhou abrangência e todas as escolas e bibliotecas estaduais passaram a fazer parte da programação. Em 2018, a Semana Estadual do Livro acontecerá entre os dias 18 e 24 de abril e além das escolas e bibliotecas públicas, instituições de ensino particulares e das redes municipais, bibliotecas, livrarias, empresas e quaisquer outros interessados podem participar da movimentação cultural. Para isso, basta inscrever alguma atividade preenchendo um formulário on-line até 16 de abril. Os eventos serão divulgados pela página Semana Estadual do Livro e do Incentivo à Leitura no Facebook.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

O jornalista Rodrigo Alvarez lança hoje, na Livraria Cultura do Shopping Riomar (Av. República do Líbano, 251 – Recife / PE), a obra Jesus - O homem mais amado da História (LeYa, 368, R$ 44,90). O livro fala sobre a vida do homem cuja história mantém seu vigor e interesse há mais de dois mil anos. Rodrigo tomou como base as fontes arqueológicas e bibliográficas mais recentes, além das mais antigas (entre eles diversos manuscritos originais), e viajou pelos mesmos lugares percorridos por Jesus em seu tempo para reconstituir os passos do pregador que ensinou a amar, mudou o curso da humanidade e dividiu a História em antes e depois. A sessão de autógrafos acontece a partir das 19h. No dia 5, o autor estará em São Paulo, no mesmo horário, para lançar a obra na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073 - São Paulo / SP).

PublishNews, Redação, 03/04/2018

Neste sábado (7), o Instituto Estação das Letras (Rua Marquês de Abrantes, 177 – Rio de Janeiro / RJ) oferece uma oficina diferente, a Identidades: Atelier Poético-Psicanalítico. No encontro, a escritora Roseana Murray e o psicanalista William Amorim vão esmiuçar textos literários e depoimentos (orais e escritos) para entrar nas camadas mais profundas do sentimento humano e mostrar que a literatura pode sim caminhar junto à psicanálise. A oficina tem duração de quatro horas (das 9h30 às 13h30) e o investimento é de R$ 180.

“O romance é o lugar da desilusão, uma narrativa sobre personagens diante de um impasse. Mas essa é a perspectiva do romance, desde a sua origem.”
Milton Hatoum
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Combate espiritual
3.
A parte que falta
4.
O poder do hábito
5.
Ainda sou eu
6.
Outros jeitos de usar a boca
7.
Seja foda!
8.
Sapiens
9.
A sorte segue a coragem!
10.
Propósito
 
PublishNews, Redação, 03/04/2018

Nos EUA dos anos 1920, as pessoas com maior renda per capita do mundo eram membros da tribo indígena Osage, de Oklahoma. Depois da descoberta de petróleo sob o solo de sua reserva, esses improváveis milionários andavam em carros de luxo dirigidos por motoristas, viviam em mansões e mandavam seus filhos para estudar na Europa. Então, um a um, os Osage começaram a ser mortos. Nessa parcela remanescente do Velho Oeste, habitada por notórios malfeitores como Al Spencer, conhecido como “o terror fantasma”, e onde homens do petróleo, como J. P. Getty, fizeram fortuna, muitos dos que ousaram investigar os assassinatos também perderam a vida. É só quando o número de vítimas ultrapassa a segunda dezena que o FBI assume o caso. Fundado havia menos de duas décadas, o Federal Bureau of Investigation ainda não dispunha da experiência e da fama que tem hoje e seus agentes conduzem mal as investigações. Desesperado, o jovem diretor J. Edgar Hoover recorre à ajuda de um antigo ranger texano chamado Tom White para solucionar o mistério. Assassinos da rua das flores (Companhia das Letras, 390 pp, R$ 64,90) traz a história real da primeira grande investigação de homicídios do FBI.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

Perdas e ganhos (Editora Unesp, 299 pp, R$ 54 – Trad.: Renato Prelorentzou), a mais obra recente do historiador Peter Burke, debruça-se sobre um tema que, de tempos em tempos, torna-se especialmente candente: a migração humana. A história da humanidade confunde-se com a história das diásporas, catapultadas pela escassez, pela guerra, pela ambição. Afora os grandes movimentos migratórios, o deslocamento individual, ou de células familiares, permanece ativo diuturnamente no planeta. Em resposta, encontramos frequentes tentativas de se lacrar fronteiras, ao passo que, em outros momentos, fomenta-se a recepção. Entretanto, com os corpos humanos, migram as histórias e migram os intelectos; e o foco principal deste livro é justamente o impacto desses movimentos para a história do conhecimento.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

A obra Gilberto Freyre e o Estado Novo: região, nação e modernidade (Global, 240 pp, R$ 55) é fruto de uma densa pesquisa cujo maior objetivo era entender o impacto do pensamento do sociólogo pernambucano, formado ao longo dos anos 1930 e 40, na construção da nação realizada pelo Estado Novo de Getúlio Vargas. O livro analisa o negócio entre o sociólogo e o regime em torno da união das tradições regionais com a modernidade nacional. Durante a graduação em História, Gustavo Mesquita, o autor, leu as biografias Um vitoriano dos trópicos, de Maria Lúcia Pallares-Burke, e Gilberto Freyre: uma biografia cultural, dos uruguaios Enrique Larreta e Guillermo Giucci e captou uma das lições presentes em ambos os livros: o regionalismo nordestino ainda estava por ser entendido em suas relações com as mudanças urbano-industriais iniciadas em 1930. O historiador decidiu, então, levar adiante essa empreitada no mestrado, lendo as obras de outros especialistas no tema e investigando muitos acervos documentais.

PublishNews, Redação, 03/04/2018

Villa Aymoré - Cidade, patrimônio e desenvolvimento (Casa da Palavra / LeYa, 224 pp, R$ 80), da historiadora Renata Santos, resgata a história da centenária vila localizada no sopé do Outeiro da Glória, tombada como patrimônio cultural pelo município. A autora recupera não só o processo que permitiu a construção das casas construída em meio às reformas urbanas empreendidas por Pereira Passos, como também o contexto que levou a sua restauração. Por muitos anos, a Villa Aymoré serviu como residência até ser progressivamente abandonada. Símbolo de um novo estilo de morar surgido na transição entre o Império e a República, algumas casas encontravam-se em ruína quando foram vendidas nesse início de século XXI. Muitos bens públicos e privados passaram pelo mesmo processo, sobretudo quando o Rio de Janeiro foi escolhido anfitrião de megaeventos, como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Renata mergulha na história deste empreendimento e muito mais do que falar da arquitetura, passeia pela história da cidade e dos proprietários.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.