Apanhadão: Livraria Cultura fecha loja em Recife
PublishNews, Redação, 10/07/2018
E mais: fim dos ônibus-bibliotecas faz leitura despencar em SP, Globo Livros prepara livros de Monteiro Lobato e Nova Fronteira box de Lima Barreto

Nas notícias dessa semana, destaque para a loja da Livraria Cultura do Paço Alfândega, no Bairro do Recife, que fechou as portas. Segundo o Jornal do Commercio, a loja inaugurada em 2004 fechou as portas na última sexta (6). Ao diário pernambucano, a assessoria de imprensa confirmou a informação, mas disse que a empresa não vai se pronunciar sobre a decisão. Já a Folha trouxe outra notícia importante: fim das bibliotecas em ônibus faz leitura despencar em São Paulo. O projeto criado pelo escritor Mário de Andrade levava livros para regiões periféricas. Parado desde o fim de 2015, a falta do projeto fez despencar os números de acesso a livros na cidade. Em 2015, 627.637 consultas a livros foram feitas em ônibus-bibliotecas, quase a metade do número total (1.519.780). No ano passado, o primeiro período inteiro sem ônibus, o total de consultas a livros na cidade caiu para 843.579. No Estadão, a coluna da Babel adiantou que a Globo Livros lança três livros de Monteiro Lobato antes de caírem em domínio público. Até o último dia desse ano, a casa tem exclusividade sobre a obra do criador do Sítio do Picapau Amarelo e prepara para sair pelo selo Biblioteca Azul as obras em edição de luxo Viagem ao Céu, publicado em 1932, A reforma da natureza e Urupês. Já n’O Globo, Lauro Jardim contou que a Nova Fronteira prepara para agosto, uma coletânea de romances, sátiras, contos e crônicas de Lima Barreto. O box com 2.560 páginas terá o texto Portugueses na África, escrito em 1907 e encontrado na Biblioteca Nacional em 2015.

[10/07/2018 06:00:00]