Fliaraxá em números
PublishNews, Redação, 05/07/2018
Festival mineiro faz balanço de público e divulga lista dos livros mais vendidos durante o evento

A sétima edição do Fliaraxá chegou ao fim e os resultados conseguiram superar os da edição anterior. Para começar, o evento contou com a presença de 26.452 pessoas que puderam prestigiar os 120 convidados, entre escritores, músicos, atores, fotógrafos, contadores de histórias, animadores e artistas, e as 325 atividades oferecidas para todas as idades. Entre as atrações internacionais desta edição se destacam o angolano Gonçalo Tavares, o mexicano Juan Pablo Villalobos e o francês Philippe Lobjois, que também participaram de eventos com o SESC SP e o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Já o tradicional “Prêmio de Redação Maria Amália Dumont”, contou com a participação de 3.789 estudantes de escolas araxaenses. Neste ano, a premiação foi dividida, por idade, em três categorias. Os alunos que ficaram em primeiro e segundo lugares receberam um troféu das mãos das autoras homenageadas do VII Fliaraxá, Ana Maria Machado e Marina Colasanti. O festival contou também com uma livraria, que construída em parceria com a Blooks, ocupou 830m² da área externa. Dos livros mais vendidos dos autores que estiveram no evento estão O inferno somos nós (Papirus), de Leandro Karnal e Monja Coen; Tá todo mundo mal (Companhia das Letras), de Jout Jout; O amor que sinto agora (Planeta), de Leila Ferreira; A sabedoria da transformação (Academia / Planeta), de Monja Coen; e Zen para distraídos (Academia / Planeta), também de Monja Coen e Nilo Cruz. A lista completa você confere aqui.

[05/07/2018 06:00:00]