O centenário de Boris Schnaiderman
PublishNews, Redação, 04/07/2018
Casa das Rosas preparou programação onde família, amigos, ex-alunos e estudiosos se reunirão nem para discutir a vida e o trabalho do intelectual

Boris Schnaiderman morreu há dois anos, pouco antes de completar seu centenário. Nascido em Úman, na Ucrânia, e naturalizado brasileiro, o tradutor, ensaísta, crítico literário, romancista e professor partiu, mas deixou uma grande contribuição à cultura brasileira e à divulgação da literatura russa. Para homenagear o célebre intelectual, a Casa das Rosas (Av. Paulista, 37 – São Paulo / SP) organizou o evento Boris Schnaiderman, além das traduções, que reunirá sua família, amigos, ex-alunos e estudiosos de suas obras, nos dias 5, 6 e 7 de julho. Todas as atividades são livres, gratuitas e abertas ao público do museu. As traduções de Schnaiderman figuram entre as primeiras realizadas, em território brasileiro, diretamente dos textos russos originais. Ele traduziu obras de Fiódor Dostoiévski, Lev Tolstói, Aleksandr Pushkin, Anton Tchekhov, Vladimir Maiakovski e Isaac Babel. Nesta quinta, às 19h, para começara homenagem acontece a palestra Diálogos com o primoroso Boris, onde a escritora e ensaísta Jerusa Pires Ferreira irá compartilhar suas memórias dos anos de trocas e aprendizado com Schnaiderman. A programação dos próximos dias conta com mais palestras, mesas de debates, programação de cinema e pode ser conferida clicando aqui

[04/07/2018 06:00:00]