Livro que andava sumido da lista reaparece ocupando a terceira posição
PublishNews, Redação, 29/06/2018
E mais: Djamila Ribeiro estreia na lista dos mais vendidos com ‘Quem tem medo do feminismo negro?’

Em comparação com a semana passada, a Lista dos Mais Vendidos do PublishNews perdeu 13% no volume de vendas. A queda foi sentida em praticamente todas as categorias. Em Ficção, o tombo foi de 26%; em Autoajuda, de 20% e em Não Ficção, de 12%. No topo da Lista Geral continua reinando absoluto o “livrão” de Luccas Neto (Pixel / Ediouro), com 12.032 exemplares vendidos. Em segundo, se manteve A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca), mas na terceira posição reaparece Sonhar alto, pensar grande (Gente), de Theunis Marinho. O livro chegou à lista em maio de 2016, quando vendeu quase três mil cópias. No ano passado, o título permaneceu na lista e vendeu, ao longo do ano, outros três mil exemplares. Nesse ano, Sonhar alto, pensar grande ainda não tinha aparecido na lista. Na sua reestreia, vendeu 4.984 exemplares, garantindo a terceira posição e empurrando para a quarta O milagre da manhã (BestSeller / Record), que ocupava essa posição já tinha muito tempo.

Djamila Ribeiro estreou essa semana na Lista dos Mais Vendidos do PublishNews | © Julia Rodrigues / Redes Sociais da autora
Djamila Ribeiro estreou essa semana na Lista dos Mais Vendidos do PublishNews | © Julia Rodrigues / Redes Sociais da autora
Sete estreantes apareceram na lista pela primeira vez nessa semana. Destaque para a lista de Não Ficção, que traz na 10ª posição, com 576 exemplares, o livro Subcidadania brasileira (LeYa), de Jessé de Souza, autor de A elite do atraso (LeYa – 7ª posição da lista nessa semana) e ex-presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) durante o governo Dilma. Neste novo livro, Jesse afirma que a soma de privilégios das elites brasileiras a o racismo estrutural são os verdadeiros responsáveis pelas desigualdades no País. Na 14ª posição da mesma lista, aparece pela primeira vez Quem tem medo do feminismo negro? (Companhia das Letras), da militante Djamila Ribeiro (na foto ao lado). Foram 412 cópias vendidas na sua semana de estreia. O volume reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila no seu blog na revista CartaCapital, entre 2014 e 2017.

Novidades também na lista de Ficção. Na 11ª posição, aparece Volte para mim (Essência / Planeta), de Paola Aleksandra. Foram 635 exemplares vendidos. Estreou também, na 19ª posição, com 509 cópias, Outsider (Suma de Letras / Companhia das Letras), de Stephen King. Em Autoajuda, a novidade foi A arte da sabedoria (Faro), que ocupa a 13ª posição, com 594.

Na lista Infantojuvenil, estreia dupla. Profundezas, de Guilherme Massena, dá as boas-vindas à editora Enova, que aparece pela primeira vez na lista. O título ocupa a 19ª posição da lista, com 428 cópias vendidas.

O Ranking Geral das Editoras da semana continua liderado pela Sextante, com 14 títulos. Em segundo aparece a Planeta, com 10 e em terceiro, o Grupo Companhia das Letras e a Intrínseca, com nove cada.

Junho

Na reta final do mês de junho, é hora de fazer o balanço do mês. As aventuras na Netoland com Luccas Neto lidera a lista mensal, com 46.506 exemplares vendidos ao longo de junho. A sutil arte de ligar o foda-se, na segunda, com 37.080, e, como não poderia deixar de ser, O milagre da manhã fechou em terceiro, com 23.187. 

A Sextante lidera o Ranking Mensal, com 19 títulos. Em segundo aparece a Intrínseca, com 16 e empatadas na terceira posição aparecem Ciranda Cultural e Gente, com 15 títulos cada. 

[29/06/2018 10:40:00]