Universo dos Livros assume Editora Escrituras
PublishNews, Talita Facchini, 08/05/2018
Grupo Editorial assinou acordo para a aquisição dos selos editoriais pertencentes a Editora Escrituras. Compra tem como objetivo diversificar o modelo de negócio da Universo dos Livros.

Em abril de 2017, a Universo dos Livros comprou a Hoo, editora especializada em publicações LGBT, dizendo ser o início de uma estratégia de aquisições. Nesta semana, pouco mais de um ano depois, a editora anunciou que assinou também o acordo para a aquisição dos selos editoriais Escrituras, Escritinha, A Girafa e Girafinha, pertencentes a Editora Escrituras.

Fundada em 1994, a Escrituras possui em seu catálogo mais de 1200 títulos divididos em cinco selos voltados para o público infantil e infantojuvenil. Além disso, autores como Vera Lúcia de Oliveira, Sérgio de Castro Pinto, Chico Anysio, Nelly Novaes Coelho e o historiador Frederico Pernambucano de Mello fazem parte do catálogo.

Luis Matos
Luis Matos

O negócio feito pelo Grupo envolve a transferência de todo o estoque da Escrituras que passa a ser distribuído pela Universo dos Livros. Em conversa com o PublishNews, Luis Matos, sócio-diretor da editora explicou que a compra faz parte de uma aposta da Universo para diversificar seu modelo de negócios. “Com a Escrituras, temos uma maior facilidade para lidar com a venda para os programas do governo, conseguimos entrar na área do livro infantil e ter um backlist de catálogo bem maior”. Com a compra, o Grupo Editorial que já conta com os selos Universo dos Livros, Universo da Literatura, Universo Geek e Hoo, passa a contar com um catálogo de 2.500 títulos nas mais variadas áreas.

A ideia para os próximos meses é reeditar alguns títulos da Escrituras e Girafas que tiveram um bom desempenho nos últimos anos e estão esgotados. Para começar, o primeiro livro lançado foi 6 caminhos para o seu dinheiro render muito mais, de Felipe Miranda, que entrou na última semana já no terceiro lugar da lista de Negócios do PublishNews.

Sobre a estratégia de aquisições do Grupo, Luis acredita que a forma mais rápida de crescer é por meio da compra de novas editoras. “O que eu entendo hoje é que o mercado nacional tem uma concentração de grandes editoras e pouco espaço para as editoras pequenas, então a melhor forma de crescer rápido é comprando”. O sócio-diretor ainda adianta que a Universo dos Livros já está conversando com outras editoras, então podemos esperar mais para frente uma nova aquisição.

[08/05/2018 10:50:00]