Apanhadão: Escritor publica manifesto com sete razões para ser contra a Amazon
PublishNews, Redação, 16/04/2018
E mais: Wander Piroli ganha perfil biográfico e novas edições de suas obras; Cristiane Corrêa assina com a Companhia das Letras e Mia Couto fala em escrever autobiografia

Neste final de semana, a Folha publicou um manifesto do escritor Jorge Carrión com sete razões para ser contra a Amazon. O autor critica a varejista por expropriação simbólica da leitura. A Painel das Letras deu destaque para o perfil biográfico e as novas edições do escritor mineiro Wander Piroli, que foram compradas pela Sesi-SP e serão lançadas ainda este ano. A Intrínseca também comprou os direitos de The death of true, da crítica literária do jornal The New York Times, Michiko Kakutani. O livro traça um retrato mundial das fake news e da pós-verdade. N’O Globo, Ancelmo Gois contou que por conta da crise, a Academia Brasileira de Letras (ABL) suspendeu os eventos de terça e manteve o chá das quintas, e que caiu pela metade o pagamento dos imortais. E Lauro Jardim, na sua coluna, conta que Cristiane Corrêa acaba de assinar com a Companhia das Letras para lançar uma espécie de segundo volume de Sonho grande (Sextante), que conta a trajetória empresarial de Jorge Paulo Lemann, Beto Sucupira e Marcel Telles. Já o Estadão entrevistou Mia Couto, que disse poder se dedicar a uma história mais autobiográfica agora que terminou seu projeto mais trabalhos, a série As areias do Imperador

Tags: Apanhadão
[16/04/2018 09:00:00]