Novo livro de Milton Hatoum estreia na Lista Nielsen PublishNews
PublishNews, Leonardo Neto, 28/11/2017
‘A noite da espera’ aparece na nona posição da lista que apura os autores nacionais mais vendidos em livrarias brasileiras

'A noite da espera', de Milton Hatoum, estreia na Lista Nielsen PublishNews | © Daniel Biachini / Fliaraxá
'A noite da espera', de Milton Hatoum, estreia na Lista Nielsen PublishNews | © Daniel Biachini / Fliaraxá

A noite da espera (Companhia das Letras), o mais recente livro de Milton Hatoum, fala de pioneirismo. Conta a história de Martim, um jovem paulista que chega, nos anos 1960, na recém-inaugurada Brasília. Pioneirismo também é uma palavra que pode ser usada para falar da Lista Nielsen PublishNews, que desde 2014, apura os autores nacionais mais vendidos em livrarias, supermercados e lojas de autoatendimento no Brasil. É a primeira e única lista do gênero no País. No 11º (15/10 a 05/11) período de 2017, o novo livro de Hatoum faz a sua estreia na Nielsen PublishNews e aparece pela primeira vez entre os mais vendidos, ocupando a 9ª posição da Lista de Ficção.

Por falar em Ficção, a lista volta a ser encabeçada por Augusto Cury e o seu O homem mais inteligente da história (Sextante). O livro nunca sumiu da lista desde o seu lançamento, mas não ocupava o topo desde agosto. Minha vida fora de série – 4ª temporada (Gutenberg / Autêntica), de Paula Pimenta, que estava na primeira posição no mês passado fechou o período na segunda posição. AuthenticGames – A batalha da torre (Astral Cultural), do garoto Marco Túlio, completa o pódio, ocupando a terceira posição.

Cristian Figueiredo, aquele que fez muito barulho quando escreveu seu primeiro livro – Eu fico loko (Novo Conceito) – volta a figurar entre os mais vendidos da Nielsen PublishNews. Seu novo livro – Um coração maior que o mundo (Planeta) – aparece na 15ª posição da Lista de Ficção.

Em Não Ficção, o destaque vai para os estreantes Seja foda (Buzz), de Caio Carneiro; A elite do atraso (LeYa), de Jessé Souza; O livro dos ressignificados (Paralela), de @akapoeta, e Como usar a internet para alavancar vendas ou criar um negócio digital do zero (Buzz), de Erico Rocha.

A Lista de Não Ficção continua liderada por Felipe Neto (Coquetel / Ediouro), mas as posições de número 2 e 3 fizeram um troca-troca. É que Crer ou não crer (Planeta), do padre Fábio de Melo e Leandro Karnal, que aparecia na terceira posição no mês passado, ganhou fôlego e passou para a segunda posição. Já O poder da ação (Gente), de Paulo Vieira, que aparecia na segunda posição, perdeu terreno e agora está em terceiro lugar. 

A Planeta fechou o 11º período como sendo a editora que mais emplacou títulos na lista. Foram seis no total. A segunda posição foi ocupada pela Astral, Autêntica e Grupo Companhia das Letras. Cada uma com cinco títulos. Completa o pódio, com dois livros cada, as editoras: Buzz, Ediouro, Gente, HarperCollins, Sextante, Somos e Vozes. No período 11, aparecem ainda livros da Geração Editorial, Grupo Editorial Record, LeYa, Melhoramentos e Rocco, com um título cada. 

[28/11/2017 10:24:00]