Amazon facilita compra de livros importados
PublishNews, Leonardo Neto, 27/04/2015
Catálogo da varejista no Brasil é reforçado com 100 mil títulos importados

Desde o último sábado (25), clientes da Amazon brasileira podem comprar livros importados pagando em Reais, sem incidência de IOF e sem pagar frete internacional, como se fossem livros produzidos no Brasil. Ao todo, são mais de 100 mil títulos físicos que reforçam o catálogo da varejista que começou a vender livros em papel em agosto do ano passado. Com os livros importados, a Amazon brasileira bate 250 mil títulos no formato impresso. “As compras ou encomendas de livros importados visam trazer mais conveniência ao consumidor brasileiro, principalmente em um momento de instabilidade do preço do dólar”, disse Daniel Mazini, gerente geral de livros impressos da Amazon via comunicado. “O preço que  o cliente vê na hora da compra é o preço que aparecerá na fatura do cartão de crédito”, completa. À coluna Babel, publicada no último sábado, Mazini disse que o valor da obra aqui no Brasil não reflete o preço praticado nos EUA. “Temos nossa regra interna e sabemos que preço é fundamental. Por isso, revemos os valores periodicamente para deixá-los competitivos”, disse Mazini à coluna.

Além de não pagar os impostos e poder comprar em Reais, os consumidores brasileiros não pagarão frete caso a compra ultrapasse R$ 69, nas regiões Sul e Sudeste, ou R$ 99, nas outras regiões. Um exemplo pode ser o livro O mundo de gelo e fogo, de George R.R.. A versão brasileira, editada pela LeYa custa no site da Amazon R$ 65,94 (o valor de capa é R$ 149,90). A versão importada, editada pela Bantam, sai por R$ 109. Outro exemplo é o Toda luz que não podemos ver, do recém eleito Prêmio Nobel Anthony Doerr. A versão brasileira, publicada pela Intrínseca, sai R$ 22,14 (preço de capa R$ 39,90), enquanto que a versão em inglês, publicada pela Scribner Book Company, sai por R$ 70,75.  O prazo de entrega prometido  para São Paulo é o mesmo tanto para a versão brasileira quanto para a versão importada: de um a dois dias úteis.

[27/04/2015 00:00:00]