Publicidade
Publicidade
O mercado digital alemão
PublishNews, 05/08/2013
Enquanto nos EUA o crescimento das vendas de e-book estagnou, na Alemanha ele continua dinâmico

Enquanto nos EUA o crescimento das vendas de e-book estagnou, na Alemanha ele continua dinâmico, e livreiros online alemães, principalmente Tolino-Allianz, querem tirar a liderança da Amazon.

Os números do mercado de e-book na Alemanha são motivo de otimismo. A participação no faturamento de 2012 referente à venda de e-books triplicou em relação ao ano anterior, passando de 0,8 para 2,4% (segundo um estudo sobre o setor realizado pela Börsenverein e publicado pelo Painel do Usuário da GfK). Mas isso não significa que o mercado de e-books não tem seus limites. As grandes taxas de crescimento anual do livro digital nos EUA chegaram a um ponto de estagnação, pelo menos por ora. Enquanto a participação no mercado ficou em 22,6% em 2012, até a metade deste ano ela não havia ultrapassado os 25%, segundo a pesquisa da BookStats, revelou Nina von Moltke, Vice Presidente da Digital Publishing Development da Random House, à revista Zeit.

Só o tempo dirá o que isso significa para o mercado alemão. Depois de anos de crescimento, é possível que a curva do faturamento diminua e passe a oscilar em torno de um patamar. Segundo Anne Stirnweis, responsável pelo livro digital na Random House de Munique, o crescimento neste setor continua, “e não esperamos nenhuma mudança. Mas a longo prazo é natural que o crescimento diminua.” Quanto à participação do livro digital no mercado alemão, seu ponto máximo também pode ficar abaixo de 25%.

No mercado alemão de e-book o foco não está somente no aumento de receita, mas também na briga pela liderança do mercado: A E-Reader-Allianz dos atacadistas Weltbild, Hugendubel, Thalia e Club Bertelsmann, assim como a Telekom, tentam atrair o grosso do mercado alemão com a ajuda do seu leitor Tolino. Segundo a GfK, a Amazon alemã teve uma participação no mercado de e-book de 41% em 2011. Diminuir essa participação do mercado de origem americana é o principal objetivo do grupo. Os sócios da Tolino conseguiram em 2011 uma participação de mercado de 35%. As lojas de e-books do leitor digital são abastecidas pela Pubbles, uma joint-venture entre DBH e Bertelsmann, cujo portal de vendas será encerrado no fim de setembro. A partir daí, a Pubbles passará a atuar somente como distribuidora.

A plataforma Libreka! pode ter um papel importante, caso se junte ao consórcio Tolino, abastecendo as pequenas e médias livrarias que queiram vender aparelhos Tolino e livros digitais. Há negociações no momento referentes à divisão de custos para este modelo de negócio, que ainda precisam ser esclarecidas.

Por enquanto é possível apenas estimar como o público do mercado alemão de livros digitais evoluiu nestes seis primeiros meses do ano, principalmente desde o lançamento do Tolino em março. Os resultados não discriminam por varejista de e-books, mas são frequentes as notícias sobre o crescimento da participação de empresas como Thalia e Weltbild/Hugendubel: as vendas do Tolino pela Weltbild e Hugendubel, que chegam a cinco dígitos, ultrapassam as expectativas, crescendo ainda mais durante o Natal.

Veja uma seleção dos portais de livros nos países de língua alemã

Amazon.de – Loja Kindle

Catálogo: cerca de 1,8 milhão, dos quais 170.000 em língua alemã.

Formatos: AZW, PDF, TXT (exceto EPUB), KF8 para livros com informações extras (em sistema protegido)

Participação no mercado em 2012 (segundo a GFK): 41%

Leitores digitais: Kindle, Kindle Paperwhite, Kindle-Fire (Tablet) e aplicativos de leitura

Thalia.de

Catálogo: cerca de 300.000, dos quais 200.000 em língua alemã

Formatos: EPUB, PDF

Participação no mercado em 2012 (segundo a GFK): 14%

Leitores digitais: Tolino Shine, Bookeen Cybook, Tablet PC4

Weltbild.de

Servidor: DBH

Catálogo: cerca de 500.000, sem dados sobre livros em língua alemã

Formatos: EPUB, PDF

Participação no mercado em 2012 (segundo a GFK): 13%

Leitores digitais: Tolino Shine, Trekstor Reader 4Ink

Particularidades:

- A Pubbles, uma joint-venture entre Weltbild e Bertelsmann, abastece as lojas DBH (Weltbild, Hugendubel)

- A DBH pertence à Tolino-Allianz (juntamente com Thalia, Clube Bertelsmann e Deutsche Telekom); 100 dias após estrear no mercado, ela anunciou vendas em valores na casa dos cinco dígitos.

Libreka !

Servidor: MVB

Catálogo: cerca de 760.000, dos quais 85.000 são títulos em língua alemã

Formatos: EPUB, PDF

Leitores digitais: Trekstor Liro Ink, Trekstor Liro Color, Trekstor Liro Mini, Trekstor Liro Tab (Tablet)

Particularidades :

- a Libreka! foi fundada como site de procura de textos e oferece e-books desde 2009.

- A Liro Shop instalada dentro do Leitor Liro é alimentada com dados da Libreka!

- Libreka! como plataforma de distribuição foca principalmente no segmento loja para loja (B2B) para editores e livreiros

- Um modelo de empréstimo está atualmente em teste; cerca de 800 títulos podem ser emprestados.

Buecher.de

Catálogo: cerca de 1,1 milhão, dos quais 400.000 em língua alemã

Formatos: EPUB, PDF

Participação no mercado em 2012 (segundo a GfK): 5%

Leitores digitais : Tolino Shine,

- A loja incorpora na sua página comentários de jornais como o “FAZ” (Frankfurter Allgemeine Zeitung)

Ebook.de

Servidor: Libri.de

Catálogo: cerca de 600.00, dos quais 245.000 em língua alemã

Formatos: EPUB, PDF

Participação no mercado em 2012 (segundo a GfK): 4%

Leitores digitais: ebook.de distribui leitores de texto Sonys PRS-T2

Particularidades:

- Apesar do foco ser conteúdo digital (e-book.de), os clientes podem também pedir títulos impressos

- O acionista majoritário da empresa é o varejista Libri

- ebook.de é a sucessora de loja de varejo libri.de (mudou de nome em outubro de 2012).


Michael Roesler-Graichen, Tamara Weise and Jens Schwarze são editores da Börsenblatt, o jornal sobre mercado editorial mais importante da Alemanha. Esse artigo foi publicado na Börsenblatt no dia 2/07/ 2013.

O negócio do livro na Alemanha vai bem – e é muito produtivo: cerca de 80 mil novos títulos são publicados todo ano, e as vendas geram um faturamento anual de 9,52 bilhões de euros. Mas quem são os atores no cenário do livro e do mercado editorial na Alemanha? Quais regras específicas se aplicam ao mercado alemão – do preço do livro ao Börsenverein? Em virtude da participação da Alemanha em 2013 como país convidado de honra na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, e do Brasil como país convidado de honra na Feira do Livro de Frankfurt no mesmo ano, a Feira de Frankfurt preparou uma série de artigos sobre o mercado editorial na Alemanha.

[04/08/2013 21:00:00]
Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Uma organização alemã acaba de realizar uma enquete sobre a situação da ilustração e apresenta conclusões nas áreas de trabalho, remuneração e sobre a satisfação dos ilustradores no país
A Alemanha é o país homenageado no evento. Na coluna de hoje, um perfil de cada um dos escritores convidados.
A Alemanha é o país homenageado no evento. Na coluna de hoje, um perfil de cada um dos ilustradores convidados.
Katharina Storch, gerente de projeto da Feira de Livro de Frankfurt, fez um resumo da programação editorial especializada e cultural da Alemanha no Rio de Janeiro
Os Bestsellers alemães
Publicidade



O MBA em Book Publishing é uma pós-graduação Lato Sensu, reconhecida pelo MEC. Com realização da Casa Educação e apoio oficial do Publishnews, o curso tem a coordenação pedagógica do Instituto Singularidades. O programa foi elaborado para contemplar as profundas transformações que o mercado editorial vem passando nos últimos anos, sempre com o objetivo de preparar profissionais de forma completa e eclética para atuarem na indústria do livro. O curso já se encontra na terceira turma.

Outras colunas
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Felipe Lindoso esteve no evento literário realizado no interior de Minas Gerais e conta como foi
Em sua coluna, Paulo Tedesco defende que é preciso resistir. "E resistir, no mundo do livro, é o mesmo que fincar pé nas coisas simples e cotidianas, entre elas a defesa da cultura laica e pacífica",
Em sua coluna, Felipe Lindoso fala sobre a Flicristina, festa literária que começa hoje no sul de Minas
Toda manifestação artística tem uma dimensão, mas tento não trazer para o processo criativo a polarização que está acontecendo. Vejo-a como um perigo
Carlos Nader
Diretor de cinema brasileiro
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar